Saiba como transportar animais no carro com segurança! - XMultas Blog

Uma simples volta no quarteirão com seu bichinho de estimação pode trazer uma série de problemas. Isso porque a legislação de trânsito impõe algumas regras sobre como transportar animais no carro com segurança. Em função disso, você deve ser cuidadoso para não sofrer com débitos inesperados e evitar acidentes.

Sem contar que esse tipo de medida se torna fundamental na hora de garantir a proteção do pet mesmo que o trajeto seja considerado seguro. E não pense que a fiscalização faz vista grossa diante de um cãozinho solto no automóvel, por exemplo. As multas, nesse caso, são classificadas como médias e graves com a soma de pontos na CNH.

Quer saber mais? Vamos tirar todas as dúvidas sobre como transportar animais e mostrar dicas para aumentar a segurança. Acompanhe:

Quais os riscos de transportar animais no carro?

O transporte indevido do animal de estimação se torna bastante perigoso. O motivo é que quando o motorista opta por deixá-lo solto no banco, qualquer latido causa distração e, consequentemente, aumenta as chances de acidentes na via. Além disso, muitos bichinhos gostam de passear com a cabeça para fora da janela, justamente, no local onde ficam os retrovisores.

Ou seja, existe ainda a possibilidade de atrapalhar a visão de quem está dirigindo e ser arremessado com força caso aconteça uma freada brusca. Outra questão importante é que durante viagens longas, a situação tende a piorar consideravelmente já que fugir da rotina costuma deixá-los irritados pela tensão de passar fome ou enfrentar quadros de desidratação no trajeto.

Quais as principais medidas de segurança?

O primeiro passo para evitar problemas com seu pet é colocá-lo sempre em uma caixinha ou em cintos de segurança adaptados para cães e gatos. A grande vantagem desse tipo de acessório está na possibilidade de controlar os movimentos sem nenhum incômodo durante o transporte.

Existem diversos modelos disponíveis no mercado especializado, porém, o mais indicado é investir no que garante a proteção de todo o peitoral, pois algumas opções prendem o bichinho apenas pela coleira. Uma outra sugestão muito usada é comprar grades de segurança para veículos.

Dessa maneira, fica impossível colocar a cabeça no banco da frente e atrapalhar o desempenho do motorista. Agora, se a situação envolve um animalzinho que não gosta de se sentir preso, a cadeirinha se torna uma excelente alternativa. Na prática, esse deslocamento acontece dentro de um cesto que se encaixa no banco do carro e suporta, normalmente, até 10 quilos de maneira confortável.

O que as leis de trânsito dizem sobre como transportar animais no carro?

Com a intenção de proteger os animais, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina infrações que vão de média a grave para motoristas que não realizarem o transporte adequadamente. Se você permite que o bichinho de estimação viaje com a cabeça na janela do carro, tenha cuidado! A multa aplicada, segundo o Artigo 169, é de R$ 53,20 com a soma de 3 pontos na CNH.

Entretanto, se o seu pet é pequeno e gosta de passear no colo, saiba que o ato também configura infração no valor de R$ 86,13 e mais 4 pontos na habilitação. Lembre-se que a regra se estende ao transporte indevido no banco do carona, porém, se o motorista estiver acompanhado de mais pessoas, o trajeto do pet pode ser feito tranquilamente no colo dos passageiros.

Pronto! Agora você já sabe como transportar animais no carro com segurança. O mais importante é ter em mente que a simples prática de levar o bichinho para passear pode gerar multas que se transformam em uma bola de neve. Por isso, o grande diferencial está em acompanhar a situação com um aplicativo que mostra dados sempre atualizados de suas infrações junto aos órgãos de trânsito e os pontos na CNH.

Gostou das informações deste artigo?  Então baixe o app do XMultas no Google Play ou no App Store e fique por dentro de sua situação com multas e pendências veiculares.

tags: Como transportar animais no carro


Comentários: