Comunicado de venda de veículo: veja o que fazer para evitar multas e outras dores de cabeça - XMultas Blog

A negociação de veículos é uma situação comum em nosso dia a dia. No entanto, vender um automóvel, em muitos casos, resulta em problemas para o antigo proprietário, que pode ter prejuízos com multas e infrações.

Por isso, o comunicado de venda de veículo é um documento importante e que precisa ser levado em conta. Afinal, ele isenta de qualquer responsabilidade com quantias, cobranças e infrações cometidas após a entrega do carro para o comprador.

Se você quer entender mais sobre a importância do procedimento e quais são as principais regras e etapas para fazer o seu, continue acompanhando a leitura deste post. Confira!

Quais são as principais responsabilidades do vendedor?

Se você está pensando em vender um carro é fundamental ficar atento às responsabilidades envolvendo o comunicado de venda.

Para realizar a transferência, é necessário enviar alguns documentos para o órgão executivo de trânsito do estado em que reside. Um desses documentos é a cópia autenticada em cartório do comprovante de transferência, que deve ser encaminhado para o órgão anteriormente citado, em até 30 dias.

Além disso, para que todo o processo seja realizado, alguns outros aspectos são essenciais — como o preenchimento e entrega do formulário de comunicação de venda no DETRAN/CIRETRAN.

Seguir todos os passos e entregar a documentação é uma proteção para que vendedor não tenha problemas no futuro.

E o comprador?

O comprador também precisa estar por dentro das exigências legais, pois uma possível compra irregular resulta em prejuízos e infrações. Portanto, antes de fechar negócio, é importante comparecer até o DETRAN para verificar se o veículo que está sendo negociado segue todos os padrões previstos em lei, certificando-se de que não possui nenhum impedimento.

Em algumas situações, o proprietário atual conta com pendências financeiras relacionadas ao bem ou o veículo tem outras restrições que dificultam a negociação. Então, é essencial conferir esses pontos antes de iniciar a documentação.

Quais são as consequências de negligenciar o comunicado de venda de veículo?

Quando as parte envolvidas na negociação do automóvel não realizam os procedimentos indispensáveis para o comunicado de venda, diversos problemas podem surgir. Principalmente, se você for o vendedor, correrá o risco de sofrer penalizações e pagar multas que foram cometidas por outra pessoa.

Se o comunicado de venda não for feito, perante a lei, o proprietário ainda será o vendedor. Nesse sentido, toda a documentação precisa ser registrada e entregue dentro do prazo estipulado. Fazendo isso, você evita dores de cabeça e prejuízos associados à venda ou compra do carro.

Como vimos, o comunicado de venda do veículo é um documento importante para assegurar que ambas as partes tenha segurança quanto ao fechamento do negócio. Ou seja, o vendedor fica isento de qualquer multa ou penalidade envolvendo seu antigo carro. Por outro lado, o comprador verifica se o veículo conta com alguma restrição ou multas referentes ao proprietário anterior.

Esperamos que estas dicas tenham ajudado você a entender melhor sobre o processo envolvendo o comunicado de venda de veículo!

Gostou deste conteúdo? Para continuar aprendendo sobre o assunto, indicamos também o post que explica como você pode consultar os pontos em sua CNH!

tags: Comunicado de venda de veículo


Comentários: