Confira 6 formas certeiras de reduzir custos na empresa - XMultas Blog

Reduzir custos na empresa é o desejo de todo gestor. No entanto, a tarefa pode ser muito complicada quando diversos componentes influenciam o balanço financeiro. O acúmulo de saídas com gastos desnecessários provoca prejuízos em longo prazo que nem sempre são compensados pelas entradas.

Na hora de reverter esse cenário, a busca pelo saldo positivo deve ser sua prioridade. Tudo depende de pequenas mudanças internas que resultam em políticas alinhadas com a realidade do orçamento. Assim, fica muito mais fácil pensar fora da caixa e encontrar soluções inteligentes de crescimento no mercado.

Quer saber mais? Vamos mostrar 6 dicas para reduzir custos e preservar a qualidade do serviço oferecido. Acompanhe:

1. Renegocie as dívidas

Com um mercado repleto de oscilações, é natural que sua empresa apresente dificuldades financeiras em alguns momentos. Por esse motivo, o poder de negociação se torna seu principal aliado na hora de conseguir melhores formas de pagamentos. O segredo é montar um planejamento estratégico baseado em números.

Escolha as dívidas mais pesadas e converse com os fornecedores sobre prazos focados em descontos de juros. Sua experiência como gestor conta muito nesse momento para avaliar o que realmente faz diferença no fechamento mensal.

É muito importante preparar os melhores argumentos. Saiba posicionar o seu negócio como um cliente vantajoso e confiável. Assim, o desempenho do serviço oferecido ganha ainda mais qualidade com um preço flexível.

2. Tenha opções de fornecedores

Uma lista de fornecedores bem estruturada é o ponto-chave para reduzir os custos de forma eficiente. Dentro desse contexto, sua empresa recebe uma ampla visão das possibilidades financeiras do mercado. A diversificação dos prestadores de serviços funciona como um mecanismo de defesa durante uma crise interna, por exemplo.

Entre as principais vantagens está a possibilidade de escolher as melhores condições de pagamentos e serviços de acordo com as necessidades de cada momento. Mas tenha cuidado! Nada de criar um clima tenso entre os profissionais envolvidos. Tudo deve ser feito com muita transparência para não interferir na credibilidade do seu negócio.

3. Controle o seu estoque

A gestão do estoque é uma atividade que precisa ser realizada com bastante cuidado. Ao fazer uma análise aprofundada das mercadorias armazenadas, é comum encontrarmos ítens em grande quantidade, mas que têm uma baixa rotatividade.

O grande problema aqui é o capital mal investido em mercadorias com pouca saída. Por si só, isso já seria um custo desnecessário. Porém, estoque parado também gera despesas com armazenamento e deterioração.

Entender a rotatividade de cada produto e planejar o estoque com foco na redução de gastos desnecessários é o caminho para evitar prejuízos no setor.

4. Otimize a jornada de trabalho

Só quem já preencheu relatórios imensos dos órgãos de trânsito sabe quanto tempo é perdido e como é trabalhoso recorrer de uma multa simples. Portanto, você deve focar em soluções inteligentes para fugir dos prejuízos com questões administrativas.

Além disso, é importante planejar cada etapa da jornada de trabalho para impulsionar o desempenho dos seus colaboradores. Esse tipo de ação tem como objetivo reduzir a perda de tempo com processos burocráticos desnecessários e evitar desvios de função.

Fique de olho no cronograma de reuniões e reduza o máximo possível a quantidade de compromissos adicionais durante o expediente de trabalho. O efeito positivo consegue ser visto rapidamente tanto no comportamento dos funcionários quanto na eliminação de custos com horas extras e outras obrigações.

5. Controle as multas em tempo real

As infrações de trânsito representam grande parte dos custos de umafrota. Além dos problemas financeiros, as pendências recorrentes também costumam atrapalhar suas tarefas no dia a dia, não é mesmo?

Para você ter uma ideia, cada veículo da frota gera um prejuízos, em uma média mensal, de R$195 só com infrações de trânsito e multas NIC (por não indicação do condutor) — fora o tempo gasto para resolver a burocracia veicular.

Mas, calma! A solução para acelerar todo o processo burocrático e reduzir o prejuízo financeiro está em uma plataforma de gerenciamento de multas em tempo real. Com a ajuda da tecnologia, sua empresa consegue economizar até 30% com o pagamento de débitos veiculares — o que representa R$58 para cada veículo. Para tanto, o investimento gira em torno de R$5 por placa.

Ao colocar na ponta do lápis, fica claro que a contratação vale a pena diante da redução dos custos com infrações. E o motivo é simples: com o sistema de monitoramento dinâmico você fica sabendo das violações antes mesmo da chegada de notificações formais. Assim você consegue preencher o formulário de indicação do condutor infrator para evitar a multa NIC.

Outro ponto importante diz respeito aos recursos, que podem ser feitos em até 5 minutos com grandes chances de parecer favorável. Tenha em mente que um sistema de gerenciamento de multas vai além da burocracia veicular. O investimento também funciona como uma forma de direcionar seu tempo para ações que realmente fazem diferença no crescimento do negócio.

6. Evite os pequenos gastos

Até aqui, falamos sobre processos que geram prejuízos perceptíveis para o balanço financeiro. Contudo, é preciso ficar atento também aos pequenos gastos que costumam passar despercebidos. Afinal, a soma deles representa um grande prejuízo no final do mês. Veja alguns pontos que merecem atenção:

  • impressões e cópias: invista em uma cultura de consciência ambiental. Nesse sentido, incentive os colaboradores a só imprimirem o que for realmente indispensável — e usando os dois lados da folha. Do contrário, deve-se optar sempre pelo envio de arquivos digitais que não geram custos com impressão;
  • energia elétrica: evite ar condicionado ligado e lâmpadas acesas em salas vazias. Sempre que possível, opte pela ventilação e iluminação naturais;
  • copos de água e café: é comum os colaboradores fazerem diversas pausas para o cafézinho. Ocorre que o gasto com copos descartáveis é alto para a empresa. A dica aqui é incentivar os funcionários a terem as suas canecas individuais — ou até mesmo oferecer uma com a logomarca da sua empresa em cortesia!

Agora você já sabe como reduzir custos na empresa com soluções inteligentes. Seguindo essas dicas, os projetos saem do papel com simplicidade e agregam valor ao serviço oferecido. O segredo está na soma de pequenas ações que fazem diferença no balanço mensal!

Gostou das informações deste artigo? Então assine nossa Newsletter e fique por dentro de conteúdos exclusivos sobre o assunto.

tags: reduzir custos na empresa, xmultas, gestão, eficiência operacional


Comentários: