Economia de combustível: como conscientizar os motoristas da frota? - XMultas Blog

Falar sobre economia de combustível é uma pauta urgente na rotina do gestor. Afinal, com tantos veículos nas ruas em uma frota, os gastos nesse setor refletem diretamente nos lucros mensais. Por esse motivo, na hora de colocar tudo na ponta do lápis, considere outros fatores que interferem no consumo excesso.

Como você pode imaginar, maus hábitos do motoristas e problemas de manutenção contam muitos pontos no fechamento das contas. Dentro desse contexto, o grande segredo para reverter esse quadro negativo é criar um processo de conscientização interna e direcionar as despesas corretamente.

Quer saber mais? Vamos mostrar dicas essenciais que ajudam a evitar prejuízos com combustível em longo prazo. Acompanhe:     

Fique de olho na calibragem dos pneus

Muita gente não sabe, mas conduzir um veículo com os pneus fora da calibragem correta afeta diretamente o consumo de combustível. Isso porque o sistema interno precisa forçar a suspensão e os comandos de direção para funcionar. Além disso, essa prática ainda reduz a vida útil dos acessórios por deixá-los mais suscetíveis a impactos na via.

O correto, em uma situação como essa, é verificar a pressão dos pneus pelo menos 1 vez por mês durante a manutenção. Para não correr riscos desnecessários, você pode ainda deve consultar o manual do fabricante e descobrir a calibragem exata em cada veículo da frota.     

Oriente sobre o uso do ar-condicionado

O ar-condicionado é um verdadeiro aliado durante o verão, não é mesmo? Porém, quando se trata de economia, a coisa muda de figura e ele se transforma em vilão. O aumento no consumo de combustível acontece de forma mais acelerada quando o ar permanece ligado durante muito tempo no máximo.

Claro que andar de vidros fechados em alguns trajetos envolve questões de segurança. Entretanto, a empresa deve confiar no julgamento dos condutores e orientá-los a optar pela ventilação natural sempre que possível. Mas fique atento! Essa regra não vale para as estradas — já que a velocidade maior de locomoção interfere também na perda excessiva de gasolina.

Fuja do ponto morto

Mesmo com anos de experiência como motorista profissional, algumas pessoas ainda acreditam que deixar o carro em ponto morto ajuda a economizar combustível. O erro dessa informação é tanto que, na prática, acontece exatamente o contrário.

Ainda que em ponto morto, o veículo permanece funcionando e redobra o consumo para conseguir se manter ligado. Com isso, ao acreditar ser uma coisa positiva, o colaborador que possui esse hábito corre o risco de não chegar ao destino sem encher o tanque novamente.

Por se tratar de uma espécie de crendice popular, você precisa abordar o assunto frequentemente com o intuito de conscientizar a equipe a diminuir os gastos desnecessários. Uma boa sugestão envolve oferecer cursos de conhecimentos básicos sobre manutenção para que todos entendam o funcionamento dos carros.

Abasteça com combustível de qualidade

A procedência da gasolina utilizada em sua frota é uma questão essencial para o desempenho positivo do serviço como um todo. Quem aposta em combustível sem controle de qualidade força o motor do carro a trabalhar dobrado para dar conta de responder aos comandos do motorista.

Outro problema recorrente está nas empresas que priorizam carros total flex para misturar as substâncias no momento de abastecer. Essa prática costuma ser ainda mais nociva por aumentar o processamento do sistema de injeção e esvaziar o tanque em seguida sem ter rodado praticamente nada.

Pronto! Agora você já sabe como orientar sua frota sobre economia de combustível. O mais importante é apostar em prevenção e produtos de qualidade. Com um olhar estratégico sobre o que realmente vale a pena, fica mais simples compreender que questões essenciais ao funcionamento da empresa são verdadeiros investimentos.

Gostou das informações deste artigo? Então compartilhe as dicas em suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro!

tags: Economia de combustível


Comentários: