Farol de carro: conheça os mais usados atualmente - XMultas Blog

Sabia que o farol de carro é um dos itens de segurança mais importantes de um veículo? Não é atoa que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê multa caso o item esteja quebrado ou desregulado. Afinal, o equipamento é responsável por melhorar a visibilidade e evitar acidentes.

No caso de veículos de frotas comerciais, a atenção aos faróis deve ser redobrada, já que esses carros costumam rodar por toda noite para cumprir os prazos de entrega. Mas você já conhece os modelos disponíveis no mercado? Para te deixar informado, reunimos neste artigo os principais tipos de faróis. Continue conosco e confira!

LED

Você já deve saber que as lâmpadas de LED são bastante econômicas e quando são utilizados no farol não é diferente. A economia se dá por conta de sua tecnologia de funcionamento: ao invés de um filamento incandescente, ela possui uma fita de diodo emissor de luz que se ilumina quando entra em contato com a eletricidade. O resultado é um menor consumo de energia e maior durabilidade.

Além disso, o farol de LED é mais moderno e garante melhor visibilidade da pista, graças à sua cor branca azulada, que funciona entre 5.500 e 6.000 Kelvin. Ele também é menor, personalizável e tem sua instalação regulamentada pelo Detran.

A única desvantagem é o preço mais elevado quando comparado com os demais modelos, mas os valores têm diminuído com o tempo.

Halógeno

Esse é o tipo de iluminação mais utilizado entre os carros. O motivo é seu ótimo custo-benefício porque tem preço bastante acessível. A lâmpada chega a 3.500 Kelvin e tem coloração entre branco e amarelo, o que é bom para não atrapalhar a visão do motorista que dirige no sentido oposto da via.

O ponto negativo é que esse modelo não tem uma vida útil tão longa — dura, em média, 1000 horas. Além disso, o farol de carro com lâmpada halógena desperdiça mais energia.

Xenon

Se você procura uma luz realmente intensa, que ilumine à longa distância, deve escolher lâmpada de xenon. Elas são tão fortes que funcionam com até 15 mil Kelvin! Além disso, ela tem uma ótima vida útil.

O seu custo, entretanto, costuma ser elevado porque a instalação requer projetos específicos para que a lei não seja descumprida. É que a alta luminosidade pode ofuscar a visão dos demais motoristas e causar acidentes. Exatamente por isso há fiscalização específica para os faróis de xênon — com risco de multa se estiverem desregulados.

Laser

As lâmpadas de laser são o que o mercado automobilístico tem de mais moderno. Para se ter ideia, as marcas que estão começando a investir nesse modelo são BMW e Audi. Elas são indicadas para rodovias porque iluminam perfeitamente a longa distância.

Ela ilumina até mil vezes mais do que uma lâmpada de LED, com um tamanho ainda menor. Mas como você deve ter imaginado, elas possuem um valor altíssimo e são difíceis de encontrar.

Independentemente de qual seja o tipo utilizado na sua frota, não deixe de fazer vistorias regulares no sistema de iluminação. Transitar com o farol desregulado ou com o facho de luz muito alto é considerado infração grave, com multa de R$195,23 — além de cinco pontos na carteira de motorista e retenção do veículo.

Como vimos, existe bastante variedade de farol de carro. Uns são mais caros, outros têm rendimento maior, mas o importante mesmo é estar em dia com a regulagem do seu iluminador. É que além de oferecer riscos, andar com o equipamento quebrado ou irregular pode gerar multas e grandes prejuízos para sua frota!

Que tal ficar por dentro de mais conteúdos como este? Então acompanhe nossas páginas nas redes sociais! Estamos no Facebook, Twitter, LinkedIn e Instagram.

tags: Farol de carro


Comentários: