Gestão de equipes: saiba quais são as melhores práticas - XMultas Blog

Pode ser por falta de empatia, experiência ou preparo, mas os líderes despreparados estão espalhados por toda parte. A questão é que fazer uma boa gestão de equipes é imprescindível para manter a eficiência da empresa. Afinal, funcionários motivados produzem muito mais, certo?

Um grande erro dos gestores é ficarem obcecados por resultados e se esquecerem de que os colaboradores também são seres humanos. Estamos falando de pessoas com trajetórias, perfis e valores distintos. No entanto, sabemos que conviver em grupo é difícil e gerenciar um time, mais ainda. Por isso, separamos abaixo as melhores práticas para administrar a equipe. Leia!

Foque em motivar

Um bom gestor precisa ser capaz de motivar sua equipe a entregar os melhores resultados, bater metas e cumprir prazos. No entanto, diferente do que muitos fazem, não é a cobrança exagerada ou situações de tensão que farão isso.

A chave é conhecer seus funcionários para compreender o que motiva cada um deles. Uma boa prática, por exemplo, é repassar feedbacks para o time a fim de apontar falhas quando necessário. Mas, principalmente, ressaltar acertos e incentivá-los a continuar no mesmo caminho.

Outra opção é aliviar a tensão no escritório com atividades externas, esquemas de bonificação ou até mesmo uma rodada de pizza.

Compartilhe os objetivos

Outro desafio da gestão de equipes é aumentar o engajamento. A verdade é que não adianta dedicar tempo para motivar os funcionários se eles nem sabem aonde precisam chegar. Por isso, compartilhar os objetivos e valores da empresa é fundamental.

Compartilhe as metas, demonstre as projeções, divida seus anseios e objetivos e demonstre o quanto eles são importantes para o crescimento da empresa. Seus colaboradores precisam sentir que são um pilar fundamental para o sucesso do negócio.

Pratique a empatia na gestão de equipes

A empatia é um valor fundamental para a vida em sociedade, já que consiste na capacidade de se colocar no lugar do outro e compreender seus problemas e pontos de vista. Para quem gerencia um grupo de pessoas, essa é uma habilidade essencial.

É claro que é preciso ter firmeza ao assumir um cargo de liderança. No entanto, isso não pode fazer com que você perca a sensibilidade de resolver os problemas da sua equipe.

Busque as afinidades individuais

Até agora, mencionamos pontos que o próprio gestor precisa explorar. Entretanto, é importante ressaltar que a dedicação do funcionário também é fundamental. Muitas vezes o colaborador se propõe a fazer algo que não tem afinidade — e apenas uma vistoria no currículo não é capaz de revelar isso.

Você pode ter três gerentes formados em administração, mas nenhum deles terá exatamente as mesmas qualidades. Nesse sentido, o líder precisa realizar uma análise do perfil profissional de cada membro da equipe a fim de identificar suas habilidades e encontrar o melhor cargo para ele.

Facilite os processos

Quer saber outra coisa que desalinha uma equipe? Realizar processos burocráticos e desnecessários. Isso é mais recorrente do que imaginamos e costuma ser fácil de resolver: investindo em plataformas de automatização.

Se sua empresa possui uma frota, por exemplo, investir em plataforma de gestão de multas faz com que seu time otimize o tempo de trabalho e ainda garante uma economia de 70% do tempo gasto com a burocracia veicular.

Como vimos, fazer a gestão de equipes requer uma série de habilidades. Mas não se preocupe porque a maioria delas pode ser desenvolvida e aprimorada. Foque em demonstrar empatia, motivar o time, compartilhar objetivos e estabelecer processos para ter um negócio de sucesso.

Agora que você já leu sobre a gestão de funcionários, que tal aprender como aumentar a produtividade da equipe? Não perca o próximo artigo!

tags: Gestão de equipes


Comentários: