Investir dinheiro: 4 erros que todo gestor de empresas deve evitar - XMultas Blog

Investir dinheiro costuma ser um assunto bastante sensível em frotas comerciais. De fato, com tantos custos operacionais e pendências administrativas, cometer erros ao redirecionar verbas pode ser fatal ao negócio. Mas nada de pânico! Você não precisa se tornar um especialista em finanças da noite para o dia.

O segredo do sucesso está em ficar por dentro da situação financeira do seu próprio negócio e descobrir, a partir de um olhar estratégico, como conseguir os melhores lucros com apostas certeiras no mercado.

Quer saber mais? Vamos mostrar 4 erros de investimento que todo gestor deve evitar. Acompanhe:

1. Não revisar o plano de negócios

Mesmo que pareça loucura, muitos empresários gastam dinheiro sem se preocupar com as consequências. E o resultado, quase sempre, é o investimento em soluções que não agregam valor ao plano de negócios.

Por esse motivo, o primeiro passo para acertar nos investimentos é revisar as estratégias da empresa quando uma oportunidade surgir. Veja, a seguir, os principais tópicos que devem constar no plano de negócios:

  • objetivo ou propósito do projeto;
  • levantamento de dados de mercado;
  • avaliação de riscos;
  • identificação de novas oportunidades;
  • apresentação dos pontos fortes e fracos da empresa;
  • plano financeiro;
  • plano operacional.

Com essas informações em mãos, o trabalho fica voltado a alcançar os objetivos sem deixar pendências no funcionamento operacional. Afinal de contas, de nada adianta conseguir investir em novas ferramentas, sem primeiro buscar soluções para problemas antigos. Depois de arrumar a casa, os setores que precisam de atenção financeira praticamente saltam aos olhos do gestor e se transformam em pouco tempo.

2. Não definir metas

Antes de investir, você deve ter em mente que o retorno positivo chega com organização e planejamento. Isso porque uma empresa sem metas não consegue enxergar os resultados e, muito menos, sabe o que fazer com eles. Dessa maneira, tenha claro o que se espera depois de cada novo aporte.

Seja no aumento da produtividade, capacitação de funcionários ou desenvolvimento de produtos, mensurar as expectativas é o ponto-chave. Sem contar que esse tipo de acompanhamento mostra as falhas responsáveis por reduzir a competitividade no nicho de atuação e os prejuízos ligados aos direcionamentos financeiros que nunca dão em nada.

3. Investir dinheiro sem conhecer o fluxo de caixa

Investir dinheiro sem se preparar adequadamente é o mesmo que assinar um contrato no escuro. Como não existe espaço para a inocência no universo corporativo e extremamente competitivo, você deve considerar todos os gastos e os rendimentos de sua empresa antes de avançar o passo.

Por mais que a intenção seja se tornar um líder de mercado o mais rápido possível, é necessário colocar cada entrada e saída do sistema financeiro na ponta do lápis. Dessa forma, fica muito mais simples identificar quais os limites de se arriscar sem prejudicar o operacional.

O sucesso, em uma situação como essa, está em conhecer seu negócio à fundo para não perder oportunidades e tomar decisões com segurança. Além disso, saiba que o cenário positivo muda muito rápido. Por isso, as pesquisas detalhadas precisam ser suas principais aliadas na criação de um bom planejamento.

4. Fazer investimentos em momentos errados

Como vimos no tópico anterior, se a sua empresa não faz um controle detalhado de gastos, certamente, a gestão sente dificuldade em identificar o momento certo de investir. Considere que sem o embasamento de dados financeiros, frustrações por decisões erradas se tornam frequentes.

O diferencial é ter a exata consciência da posição do seu negócio no segmento. Imagine só se um gestor coloca o carro na frente dos bois e contrata um chat tecnológico caríssimo para fazer o atendimento quando se tem apenas uma meia dúzia de clientes. Desnecessário, não é mesmo?

Por outro lado, não saber identificar operações que trazem prejuízos e os melhores investimentos para reduzi-los também é um grande erro. Se as multas de trânsito são um problema, por exemplo, considere as soluções tecnológicas disponíveis no mercado que ajudam na gestão da burocracia veicular. No médio a longo prazo, certamente, o investimento será vantajoso para a empresa.

Nesse sentido, elaborar bem os projetos de melhorias se mostra fundamental na hora de focar nas necessidades evidentes. Só assim será possível agregar valor ao serviço prestado, garantir a eficiência da operação e reduzir o números de prejuízos.

Pronto! Agora você já conhece os erros que todo gestor de empresa deve evitar ao investir dinheiro. Realmente, encontrar os melhores caminhos no universo corporativo exige bastante preparo, disciplina e conhecimento sobre os gastos. Tendo isso esclarecido, a sua visão de mercado se torna mais ampla com foco em aumentar os lucros sem deixar de lado decisões inteligentes.

Gostou das informações deste artigo? Então leia também sobre como calcular o ROI para ajudar a frota de sua empresa.

tags: Investir dinheiro


Comentários: