“KPIs gestão de frota: melhore o desempenho com indicadores!” - XMultas Blog

Você já ouviu falar sobre KPIs gestão de frota alguma vez? Se você está à frente de uma empresa, precisa conhecer o tema! Trata-se de indicadores-chaves de desempenho ou, em inglês, é a sigla para “Key Performance Indicator”. Isso nada mais é do que um mecanismo de monitoramento capaz de aumentar a eficácia do negócio.

Como funciona? Primeiro é preciso definir quais são os pontos que devem ser observados dentro do negócio, levando sempre em conta o seu planejamento estratégico. Com os dados recolhidos, é hora de fazer análises e comparações para identificar o que pode ser melhorado.

Falando assim, KPIs podem parecer complicados, mas depois que você souber como funciona, verá o quanto são necessários. Quer entender melhor o assunto e descobrir como impulsionar seu negócio? Então, continue a leitura!

O que são KPIs?

Os KPIs são métricas que ajudam a acompanhar determinados setores ou processos de uma empresa. A análise dos indicadores-chaves deve ser feita por meio da comparação. Podem ser confrontados dados de períodos mensais ou até mesmo anuais. Isso dependerá dos seus objetivos.

As informações em questão terão papel importante na hora de tomar alguma decisão. Elas te auxiliarão, por exemplo, a definir se deve contratar mais mão de obra ou não.

Basta verificar as planilhas de produtividade ao longo dos últimos meses e identificar se é preciso ter mais gente na equipe. Além de, claro, checar os dados de faturamento para saber se novas contratações estão dentro do seu orçamento.

Quais as vantagens?

Uma das grandes vantagens do uso de indicadores de gestão é reduzir custos. Mas, felizmente, os benefícios vão muito além disso. A partir da análise dos resultados das métricas é possível ainda aumentar o desempenho da empresa.

Outro ponto positivo está na possibilidade de identificar problemas atuais ou em potencial. Isso porque, com um gerenciamento preciso, é muito mais difícil perder o controle da situação e ser surpreendido com algum contratempo.

Além disso, todas as informações obtidas servirão para verificar soluções, identificar oportunidades e estipular metas. É simples: você administrará periodicamente diversos processos da empresa. Assim, conseguirá identificar os pontos fracos e fortes do negócio.

Dessa forma, até mesmo a comunicação com seus colaboradores será melhor. Isso porque possibilitará explicar com exatidão quais medidas devem ser tomadas para obter melhores resultados em conjunto.

Quais os principais KPIs gestão de frota?

Você já deve ter entendido a relevância dos KPIs para o sucesso do seu empreendimento, certo? Mas, a pergunta que não quer calar é: afinal, quais são esses indicadores?

Primeiro, tenha em mente que não existe uma lista de KPIs essenciais para a corporação. Os indicadores mais importantes de uma rede varejista, inevitavelmente, serão diferentes dos de uma transportadora. Mas, até mesmo dentro de empresas do mesmo segmento, eles podem se diferenciar.

O motivo é que cada organização funciona de uma forma, com mecanismos estratégicos distintos. Por isso, para identificar quais são os pontos que devem ser monitorados no seu caso, é primordial conhecer efetivamente o negócio, bem como a frota e funcionários.

Entretanto, dentro da gestão de frota, há alguns indicadores que podem ser considerados os mais populares. É claro que eles não devem ser os únicos, mas já são um bom começo. Confira!

Custos de manutenção

Se a sua empresa depende de uma frota, os gastos com manutenção são inevitáveis afinal, seus veículos precisam estar nas melhores condições para que tudo ocorra bem. Então, esse parâmetro precisa ser monitorado.

Faça relatórios periódicos que evidenciem qual a porcentagem do orçamento é utilizada na manutenção dos carros. Especifique as ocorrências mais frequentes e aponte ainda se são de cunho preventivo ou corretivo.

Registre também por quanto tempo o carro precisou ficar parado durante o conserto e quem é o motorista. A ideia envolve utilizar esses dados para reduzir custos.

Por exemplo, ao especificar o problema, você poderá criar um planejamento para prevenir a avaria. Já ao registrar o motorista, também é possível educá-lo para que use o carro da empresa corretamente.

Média de consumo de combustível

Em muitos casos, o combustível é o maior custo da empresa. Por isso, fiscalizar o consumo é muito importante. Só assim torna-se possível pensar em estratégias para evitar desperdícios e reduzir a despesa.

Fazer o planejamento de rotas, realizar manutenções preventivas e oferecer treinamento de direção defensiva aos motoristas podem ser alternativas, mas somente suas métricas individuais poderão revelar medidas certeiras.

Sinistralidade

Ninguém espera por roubos, acidentes ou avarias, mas elas existem e podem acontecer a qualquer momento. Nesse sentido, a sinistralidade do seu negócio também deve ser considerada.

Tudo bem que essas informações são mais difíceis de prever, mas ainda assim é possível estimar. Você pode estudar algumas variáveis, como: média de roubo por ano, por tipo de carga, por região, modelo de veículo, motorista etc. Com isso, terá como favorecer uma rota em detrimento de outra ou dar preferência a modelos específicos de caminhões, por exemplo.

Incidência de multas

Se você tem uma empresa que possui frota, uma coisa é certa: seus veículos serão multados. Sabemos que esse não é o objetivo de ninguém, mas as multas são inevitáveis para quem passa muitas horas do dia ao volante. A boa notícia é que existem possibilidades que ajudam a diminuí-las.

A dica consiste em identificar um padrão de incidentes dos seus veículos e, posteriormente, constatar quais são os motoristas mais envolvidos nos episódios. Isso lhe dará o subsídio necessário para criar treinamentos aos colaboradores com foco na redução de infrações de trânsito.

No entanto, essa não é a única medida a ser tomada. Você também pode recorrer de multas indevidas e evitar gastos extras. Sabemos que gerenciá-las não é um trabalho simples, em razão dos diversos detalhes — como a indicação de condutores, por exemplo.

As métricas de multas lhe mostrarão o que precisa ser melhorado e, nesse caso, contratar uma empresa especializada também pode ajudar. É que um único veículo gasta, em média, R$195 por mês com as multas e você consegue economizar até 30% desse valor ao optar pelo serviço.

Viu como os KPIs gestão de frota são poderosos? Eles ajudam a facilitar processos, identificar problemas, estipular metas, determinar soluções, e ainda oferecem maior economia para sua empresa. Assim, gerenciar um negócio de sucesso fica muito mais fácil!

Este artigo foi útil para você? Então nos siga nas redes sociais e confira mais conteúdos! Estamos no Facebook, Twitter, Linkedin e Instagram.

tags: KPIs gestão de frota


Comentários: