Logística inbound: conheça 4 vantagens de aplicar em sua empresa - XMultas Blog

A cadeia produtiva de uma empresa tende a priorizar a chegada do produto com excelência ao consumidor final. Porém, para que isso seja possível, os responsáveis por todos os setores do centro de distribuição precisam criar uma logística inbound otimizada. 

Diferentemente das ações que envolvem o envio direto aos clientes que são chamadas de outbound, o conceito prioriza o recebimento de matéria-prima, armazenagem e transporte de bens e serviços. Na prática, ao se organizar internamente, seu negócio se torna mais competitivo com foco em qualidade. 

Para te ajudar a compreender a importância da logística inbound, reunimos 5 vantagens de sua aplicação. Confira! 

1. Melhore a gestão de estoque

Vender um produto que não está disponível em estoque é um dos pesadelos de qualquer empresa, concorda? Isso porque além de trazer transtornos aos clientes ainda prejudica a imagem da marca no mercado de maneira geral.

Nesse caso, a logística inbound ajuda a identificar as entradas e saídas da mercadoria e faz muita diferença no momento de calcular os investimentos necessários para a confecção. Assim, com cada etapa bem sincronizada, o produto final ganha em qualidade perceptível ao público. 

2. Reduza custos de armazenagem na logística inbound

Os custos de armazenagem envolvem todos os gastos do estoque. Manuseio, mão de obra, transporte e outros detalhes. Quando mal administrados, esses valores tendem a ser mais altos do que o necessário e prejudicam diversas áreas da empresa por conta da deficiência de investimentos. 

Ao usar a logística inbound para administrar as despesas, você consegue gerenciar o estoque de forma simples com prioridades que pensam em vários setores do negócio. Outro ponto que merece destaque é a ampliação da visão estratégica de compras que se encaixa com as demandas de saídas e evita desperdícios com estoque parado.

3. Tenha melhor relacionamento com o fornecedor

A logística inbound abrange processos que facilitam o relacionamento com o fornecedor. Vale mencionar, por exemplo, o sequenciamento. Planejar a coleta dos itens em uma sequência específica deixa a produção mais rápida e permite que a empresa parceira consiga se preparar para a sua demanda.

Além disso, o conceito é eficiente na hora de gerenciar o armazenamento conforme as especificações de produção. Pode até parecer óbvio em primeiro momento, no entanto, muitas empresas perdem dinheiro e tempo por conta de deslocamento inadequado dentro do próprio estoque. 

4. Avalie o processo de produção

Um olhar atento para o setor de produção faz com que sua funcionalidade fique clara aos gestores. Quando a logística consegue dominar todo o processo é natural que os resultados positivos apareçam de maneira mais rápida. 

Aqui, o inbound permite que falhas e excessos de gastos não passem despercebidos. Isso significa que os produtos recebem um controle de qualidade criterioso. E que melhorias serão facilmente aplicadas, pois os procedimentos estão monitorados desde o início.

A logística inbound é uma grande aliada de empresas, especialmente, quando há muitos processos internos e fornecedores. Se trata de um conceito que, se bem aplicado, contribui tanto para aumentar a competitividade quanto para oferecer produtos de qualidade. 

Gostou das informações do artigo? Então nos siga no LinkedIn, Facebook, Instagram e Twitter para ficar por dentro de todos os nossos conteúdos.

tags: Logística inbound


Comentários: