Saiba agora mesmo como evitar problema no radiador e superaquecimento do carro! - XMultas Blog

Se o ponteiro do painel acende ou a fumaça sobe, é certeza que teremos confusão, não é mesmo? Um carro com problema no radiador superaquece e os maiores prejudicados quando isso acontece são o motor e o seu bolso.

O sistema é uma parte fundamental dos veículos e não costuma trazer problemas, desde que devidamente instalado e passe pelas manutenções corretas. Contudo, se der defeito e não for corrigido rapidamente, a máquina pode fundir e deixar você na mão.

Para conhecer mais sobre o funcionamento do seu radiador e descobrir como conservá-lo, continue a leitura e veja nossas dicas!

Compreenda como funcionam os radiadores

O radiador fica localizado logo à frente do motor e seu funcionamento depende de elementos relacionados como a ventoinha, mangueiras de fluído e a bomba d'água. O sistema é responsável por resfriar o motor e mantê-lo na temperatura ideal, que na maioria dos carros deve estar entre 115 ºC e 135 ºC.

Funciona assim: a mistura de água e fluido que circula no motor é aquecido com a queima do combustível. Vai para o radiador que, com ajuda da ventoinha, puxa o ar frio do ambiente externo e reduz sua temperatura. O líquido volta para o seu local de origem e o processo se reinicia.

Conheça os principais problemas que afetam o radiador

É natural o desgaste que algumas peças sofrem com o passar do tempo. Mesmo assim, é importante que você saiba quais são os defeitos mais comuns que geram a quebra do radiador — tanto para conversar melhor com o mecânico como para agir em alguma emergência. Confira os mais comuns:

  • vazamento nas mangueiras: o ressecamento ou furo em alguma mangueira pode impedir o envio de água para o motor. Se o nível estiver baixando rapidamente, compensa verificar;
  • problemas na tampa do radiador: a tampa tem a função de liberar parte da pressão do sistema e deve ser trocada em caso de danos;
  • travamento da válvula termostática: deixar o fluido abaixo do recomendado pode causar o entupimento ou mau funcionamento desse componente;
  • defeitos na junta do cabeçote: quando dá problema nessa área, o motor permanece com excesso de ar e a água não circula da maneira correta.

Confira as dicas para evitar problemas no radiador

Agora que você conhece os principais itens que interferem no correto funcionamento do motor e radiador do seu automóvel, aproveite para descobrir o que fazer para evitar esses problemas, com a lista que preparamos.

Não use água da torneira 

Ela contém sais minerais e elementos químicos (como o cloro) que se acumulam com o tempo e prejudicam o sistema. Se possível, acrescente 50% de água pura e 50% de aditivo no reservatório.

Realize limpeza do sistema 

Faça a troca do líquido a cada 50.000 quilômetros rodados e limpe o sistema de arrefecimento. Fique atento a cor do líquido durante a troca, se estiver muito escuro, cabe uma revisão.

Revise a parte elétrica 

Uma simples inversão de fusíveis pode prejudicar o acionamento da ventoinha e causar panes recorrentes. Procure deixar essa área funcionando corretamente.

Pare ao primeiro sinal 

Se o indicador do painel demonstrar que a temperatura do carro está subindo ou perceber líquido vazando rapidamente, pare e chame o socorro contratado pelo seguro veicular. Se não tiver esse suporte, espere o carro esfriar e prossiga, desligando o motor de tempos em tempos, até encontrar o mecânico mais próximo.

Com essas medidas é possível evitar qualquer problema no radiador ou agir com clareza ao perceber o primeiro sinal de que algo não vai bem no seu veículo. Para finalizar, reforçamos a necessidade de realizar revisões periódicas, necessárias para evitar custos desnecessários e dirigir com maior segurança.

Gostou dessas informações? Compartilhe-as nas suas redes sociais e ajude amigos e familiares a manterem seus carros em dia!


tags: problema no radiador; superaquecimento do carro


Comentários: