Multa de trânsito: quem nunca tomou? - XMultas Blog

Se você levantaria a mão, considere-se uma exceção; especialmente se morar na cidade de São Paulo. Só no ano de 2013, foram 10.153.567 multas na cidade de São Paulo, um aumento de pouco mais de 2% em relação a 2012, de 38% em relação a 2009 e de 61% em relação a 2006, segundo dados da Companhia de Engenharia de Trânsito (CET). Para se ter uma ideia, a frota de veículos paulistana aumentou pouco mais de 35% no mesmo período, segundo o Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

A conta fica ainda mais “divertida” quando verificamos que houve uma multa a cada três segundos! Ou, então, que, a cada segundo, a prefeitura recebe R$ 30,00 decorrentes de multas de trânsito!

 

Quer acompanhar todas as suas multas e pontos em um único lugar? Com o XMultas você fica sabendo mensalmente de suas multas, pontuação e status da documentação do veículo, além de poder preparar defesas e formulários de indicação de condutor em poucos minutos. Veja nossos planos e livre-se da burocracia de uma vez por todas!

Assista o nosso vídeo para saber mais.

 

É uma indústria da multa!

Na mesma linha, a arrecadação saltou para R$ 828 milhões em 2013, ou seja, aumento de aproximadamente 4% em relação a 2012 (R$ 799 milhões), 10% em relação a 2011 (R$ 747 milhões). Não bastasse isso, a gestão do atual prefeito Fernando Haddad (PT) prevê um crescimento ainda maior na arrecadação para 2014, chegando a R$ 1,2 bilhão!

O constante aumento tomou fôlego maior a partir de 2006, quando a gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) implementou diversas medidas para reforçar a fiscalização na cidade, principalmente com a instalação da maior parte dos quase 600 radares eletrônicos, o que resultou em um aumento de mais de duas vezes e meia no valor arrecadado entre 2006 e 2013.

Adicionalmente aos radares, que são responsáveis por aproximadamente 72% das multas de trânsito em São Paulo, os demais responsáveis são funcionários da CET e da SPTrans (19%) e Policiais Militares do Comando de Policiamento de Trânsito – CPTran (9%).

Segundo a CET, as principais infrações são (i) excesso de velocidade (31%), (ii) infração ao rodízio (21%), (iii) estacionamento proibido (10%), (iv) invasão de faixa de ônibus (7%) e (v) empatados, infração à restrição a caminhões e uso de celular ao dirigir (4%).

A quarta posição no ranking é reflexo claro da implantação dos mais de 300 km de faixas exclusivas para ônibus em toda a cidade em 2013 pela atual gestão, bem como dos aumentos tanto no rigor da fiscalização, como no número de fiscalizadores, que passou a contar com os fiscais da SPTrans (empresa pública que administra o transporte público na capital), além dos agentes da CET.

Você é um deles?

Se você dirige em São Paulo e quiser checar se é um dos “felizardos” agraciados com uma (ou algumas!!) dessas poucos dez milhões de multas só na cidade de São Paulo, o DETRAN paulista permite a consulta de informações sobre multas na internet por meio do site http://www.detran.sp.gov.br/.

Para se cadastrar, é só clicar no link ‘cadastre-se’ no canto direito da tela e, na tela seguinte, digitar seu CPF, escolher o tipo de contribuinte (pessoa física ou juridical) e escolher uma senha. Se houver, as multas estarão no menu opções, aba ‘Infrações’, opção ‘Multas/Dados do Veículo’.

Quer acompanhar sua multas ou recorrer de uma multa de trânsito? Clique aqui.

Equipe XMultas

tags: recursos, multas, número de multas


Comentários: