Afinal, como funciona o rateio de custos no setor logístico?  - XMultas Blog

O rateio de custos é uma divisão proporcional dos gastos de uma empresa, seja por filial, setor, projeto ou outra demanda específica. Sua maior função é dar ao gestor a clareza sobre a utilização dos recursos e como destiná-los corretamente para garantir o sucesso e o crescimento da operação.

Quando se trata de logística, essa medida é fundamental para avaliar o desempenho dos processos. No entanto, para aprimorar todas as atividades com eficiência, as empresas precisam saber como colocar o rateio em prática com a intenção de evitar prejuízos no transporte e em outras áreas que representam grandes gastos. 

Continue a leitura e entenda o que é e como aplicar o rateio de custos no setor de transporte logístico!

Saiba o que entra no rateio de custos

Praticamente tudo pode ser rateado, desde uma viagem com a família nas férias até todos os setores dentro do faturamento de uma organização. Isso vale para a produção, expedição, transporte, entre outras atividades. Essa medida pode ser realizada com custos diretos e indiretos, tais como: 

  • salários e encargos trabalhistas;
  • custos com manutenção e depreciação de máquinas;
  • gastos com infraestrutura (água, luz, gás, entre outros);
  • impostos e taxas;
  • terceirização com limpeza, transportes, segurança etc.

Conheça a importância no planejamento

Sem o rateio de custos é impossível saber com precisão se determinado produto, projeto ou setor está realmente gerando lucro e resultados positivos para empresa. Ele também é fundamental para a precificação correta de mercadorias, avaliação de gastos e base para a criação de novas estratégias dentro de qualquer negócio.

Principais tipos de rateio de custos 

Embora seja de compreensão simples, existem diversos modelos de rateios de custos. Eles podem ser calculados por custos diretos, indiretos ou por faturamento no qual se mede a representação de cada produto em relação ao total de vendas efetivadas. Além disso, é possível utilizar diferentes métodos de cálculos. Apresentamos os principais a seguir para você identificar o que mais se encaixa à sua empresa:

  • rateio por absorção: é o método mais simples, pois divide o valor de uma despesa de maneira igual por item ou conta de custo. É possível ainda definir um percentual para cada item avaliado;
  • rateio por Headcount: similar ao modelo de absorção, mas a divisão nesse caso é por membros, equipe ou etapa. Muito utilizado por consultorias e modelos de negócio que atuam por projeto;
  • rateio por atividade: é a separação de custos conforme a utilização de determinado equipamento ou bem. Com ele é possível calcular, por exemplo, quanto cada linha de produção utiliza de uma máquina ou quanto um produto demanda do setor de entregas;
  • rateio por tipo de veículo: esse método avalia o impacto que determinado veículo exerce na frota. Uma carreta, por exemplo, pode representar um custo maior do que um utilitário elétrico. Porém, oferece uma melhor cubagem. Cabe ao gestor realizar o cálculo e verificar o que é viável.

Aplique a medida na prática 

Até mesmo os padrões de rateio existentes podem ser alterados. O mais importante, aqui, é adaptá-los conforme as necessidades de sua empresa. Logo, o setor de logística de transporte pode utilizar diferentes formas de rateio em relação a projetos em TI, pesquisa e desenvolvimento, recursos humanos e assim por diante. 

Para executar de fato esse cálculo é essencial ter um sistema de gestão integrada que permita cadastrar os custos proporcionais a cada lançamento no contas a pagar. Em casos específicos, como o de transporte de cargas, é possível usar uma planilha de Excel. Assim, fica mais simples segmentar custos diretos e indiretos separados por frete contratado e mercadoria transportada

O rateio de custos é um assunto de fácil compreensão, mas pode gerar certa confusão ao ser colocado em prática. Porém, ao criar centros de custos e instruir os funcionários para alocar corretamente as despesas, sua gestão será mais simples e os resultados positivos chegam em pouco tempo. 

Quer acompanhar outras novidades sobre gestão logística? Assine agora nossa newsletter e fique por dentro!

tags: rateio de custos


Comentários: